Ao contrário a que a grande maioria das pessoas acreditam o Jeans não é uma invenção americana, pelo contrário o tecido foi criado na França, e erra chamado de Demin como referência a Cidade de sua criaçãode Nîmes”. O curioso é que o demin somente passou a ser conhecido com Jeans, na Itália, mais especificamente em Genova cidade que compunha parte da França napoleônica. O nome Jeans era um termo pejorativo que os Franceses natos Chamavam o Genoveses, como forma de denegrir suas origens e como os genoveses trabalhavam nas minas e campo e usavam o demin como vestimenta, esse tecido passou a ser conhecido com jeans.

Com essa breve introdução a Lee é fundada e difundida pela própria história da expansão industrial do EUA. Henry David Lee era um empresário ou melhor era um comerciante do Kansas e tinha um sistema de distribuição de alimentos e utensílios de mineração, que naquela época era a principal atividade de renda dos Estados Unidos.

Henry sempre foi um comerciante perspicaz e percebeu que os mineiros precisavam cada vez mais de EPI, isso mesmo Equipamento de Proteção Individual, e criou em 1911 o primeiro macacão Jeans que unia em uma só peça, calça e jaqueta protegendo de maneira uniforme o corpo do trabalhador.

Porém, não foi das minas de ouro e carvão que a Lee se transformou em uma das maiores produtoras de Jeans do mundo, foi no campo que ali junto com a lida com cavalos e gado que a Lee entre 1921 a 1924 que a grife criou as verdadeiras calças cowboy.

A quem diga e a primeira menção ao jeanswear vem da divulgação das calças Lee com item indispensável para o verdadeiro cowboy americano, que rodava todo os Estados Unidos com suas caravanas de gado, cavalos e rodeios.

E é dessa parte da história surgiu a famosa frase slogan “o jeans que construiu a América”.

Posteriormente na década de 30 após primeira Guerra mundial e a Grande Depressão Americana de 1929, a Lee lançou uma de suas peça mais famosas e que é confeccionada até os dias de hoje Storm Rider Jacket, jaqueta jeans forrada com couro e pele de carneiro.

Essa jaqueta fez tanto sucesso que estrelas de Hollywood, como James Dean, Clint Estwood, Marylin Monroe e até o presidente Kennedy usaram no seu dia a dia.

Inclusive o ator James Dean com sua figura rebelde e transgressora sempre usou Jeans e fez com que a juventude dos anos 50 também, quisesse usar o Jeans, se tornando febre mundial que perdura até hoje.

Mas como nem toda história é só maravilhas, as Lee passou por um período de ostracismo na década de 90, quando foi ofuscada por outras grifes. No início do novo milênio, a Lee deu início a um novo reposicionamento mundial, iniciando a construção de uma rede de lojas próprias (a primeira loja conceito foi inaugurada em 2004 na cidade de Londres).

Desde então, a grife modernizou sua linha de produtos e passou a se posicionar com um conceito mais fashion. Em 2005, a marca norte-americana de jeans voltou com força total para o Brasil.